quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Distante o bastante

Eu não reconheço mais o teu rosto
Teu sorriso ao me ver já está gasto
Do nosso beijo, já nem lembro o gosto
De quando era quente, hoje ele é casto

Perto me queria, hoje quer o oposto
Aprecia os momentos em que me afasto
Eu tento, mas não estou mais disposto
A viver algo em que só me desgasto

Queria apenas saber a resposta
Motivo pelo qual de mim se afasta
Se estar ao meu lado foi pena imposta

Se já saltitou o que hoje se arrasta
Se essa distância pode ser transposta
Ou se é só meu amor que já não te basta

v.: 0.1

15 comentários:

  1. Ai, Pitta, coloca uma música nessa maravilha!
    Ficaria tão mais lindo... =)

    Beijo no ombro.

    ResponderExcluir
  2. @Rute, meu amor, se escrever já é difícil... se nem o 'poeta não posso ser', imagina músico ou compositor rsrs aliás, se hoje sou amigo das letras é porque as notas não foram com a minha cara rs Amei o beijo o ombro! =*

    Pois é @Lann rs, são as muitas dúvidas e angustias de uma mente que não é correspondida conforme a expectativa...

    "Well, I can't explain why it's not enough, cuz I gave it all to you" </3
    - James Morrison

    ResponderExcluir
  3. Gentil, o comentário e a comentarista rs :)

    ResponderExcluir
  4. Parabéns!!!!! Consegue chegar ao coração facilmente.Lindos versos.

    ResponderExcluir
  5. É essa angustia que estava procurando retratar.
    Retratada está!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sempre tem lugar pra mais um retrato no álbum, retrate também.

      Excluir
  6. Triste, porém, mais uma vez lindo =D

    ResponderExcluir
  7. Estava justamente me perguntando sobre estas coisas...=(
    Voce escreve bem, e toca la no íntimo dos corações partidos...Parabéns, Pitta..belo dom =)

    ResponderExcluir

Mundo Pittônico das Ideias