quarta-feira, 28 de março de 2012

Mais um balão

Ao parque de diversões eles vão
Provam maçã do amor e pirulito
Mas para ele o doce favorito
É o doce toque dela em sua mão

Que ele quer tocar, mas a indecisão
Faz com que ele entre em um conflito
Não sabe se há antes algo a ser dito
Ou se simplesmente parte pra ação

Por fim ele encontra uma solução
Compra pra ela um balão bem bonito
E ao dar a ela, a tocaria, então

Mas, de repente, um rojão e um grito
O assustam muito e ele solta o cordão
Voam confiança e balão pro infinito

v.: 0.1

8 comentários:

  1. Eu pensei: ele vai trocar o sentir as mãos por um abraço. Mas, mas, mas... ah, esse medo bobo de ser coragem...

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. é um soneto mais lindo que o outro aqui!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É um comentário mais querido que o outro aqui! :)

      Excluir
  3. haeuhauehauheuaheua, q engraçado e irônico. adorei esse! parece mario quintana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gente, vocês não conhecem a força da timidez, não pode ser... rs rir diante dessa situação!

      Comparação blasfema, mas muito obrigado :)

      Excluir

Mundo Pittônico das Ideias