segunda-feira, 5 de dezembro de 2011

Gastando saudade

Fechei meus olhos e gastei saudade
Ao ver você passear na lembrança
Nela seus passos eram como dança
Bailavam belos à minha vontade

Infelizmente é por trás de uma grade
Que fica presa essa minha esperança
Cumprindo pena que não tem fiança
Só e sonhando com a liberdade

Mas quando volto para essa imagem
É para tentar gastá-la um pouco
Mas percebo que é uma grande bobagem

Pois só a aumenta, me deixando louco
Cresce tanto e no coração desaba
A dor da saudade que nunca acaba

v.: 0.1

7 comentários:

  1. Nunca acaba mesmo =/
    Fica enorme sempre dentro do coração.

    ResponderExcluir
  2. chega de saudaaaade, a realidaaaaade é que
    sem ela não há paz, não há beleeeza
    é só tristeza e melancolia
    que não sai de mim, não sai!
    cantariam por aí.

    saudade é uma parada que dói, mesmo. gastar saudade é poeticamente singelo. mto bom! ;)

    ResponderExcluir
  3. E cantaram, cantam e sempre cantarão :)
    =* <3

    ResponderExcluir
  4. Esperança presa....passear na lembrança...dor que não passa, quase que insuportável. Triste, mas bonito.

    ResponderExcluir

Mundo Pittônico das Ideias